Enquanto a maior varejista do mundo segue perseguindo melhor desempenho em seus pontos físicos no Brasil, para a divisão de e-commerce do Walmart o último trimestre foi o mais forte já obtido no país, com crescimento de dois dígitos nas vendas sendo puxado pelas categorias de eletrodomésticos e dispositivos móveis.

O chefe de e-commerce global do Walmart, Neil Ashe, afirmou que o país continuará entre as prioridades de investimento do Walmart, junto com China e Reino Unido.

Globalmente, o lucro líquido atribuível ao Wal-Mart Stores subiu 12 por cento no quarto trimestre encerrado em 31 de janeiro, a 4,97 bilhões de dólares.

A receita total avançou 1,4 por cento, a 131,57 bilhões de dólares.

Fonte: http://exame.abril.com.br/