Gigante de buscas alterou seus termos de serviço para usar informações de perfis do Google+ em publicidade.

Google agora pode usar seus dados e rosto em anúncios

A jornada foi longa e cheia de pequenos passos, mas finalmente chegamos ao destino final. O Google atualizou seus termos de serviço nesta sexta-feira, 11/10, para permitir que a empresa use seu nome real e rosto em anúncios, em uma expansão do seu programa “shared endorsements” (“endossos compartilhados”, em tradução livre).

Demorou para a gigante de buscas chegar até aqui, e foi preciso uma expansão lenta da plataforma social Google+.

Primeiro, os usuários do Google+ tinham de entrar no serviço com seus nomes reais, em vez de pseudônimos. Em seguida, todas as novas contas Google – mesmo que você só quisesse usar o Gmail – exigiam que você se cadastrasse no Google+. Depois, em maio deste ano, a empresa começou a convencer os usuários veteranos do YouTube a adotar contas do Google+. E, há algumas semanas, a gigante anunciou que todos os comentários do seu site de vídeos agora serão fornecidos exclusivamente pelo Google+.

A integração do Google+ pelos serviços da empresa pareceu bastante útil à primeira vista. Ao fazer uma busca pela Play Store, o poder dos “shared endorsements” te mostrava quando seus amigos curtiam determinado aplicativo. Ao fazer buscas na web, o Google+ identifica quando seus amigos apertam o botão “+1” para determinado site. Agora, o Google está levando seu nome real, rosto e comentários para os anúncios em buscas pela Internet.

Mas enquanto o Facebook força todos os usuários a participar das chamadas “histórias patrocinadas”, o Google te dá a oportunidade de optar por sair desse programa. Menores de idade serão automaticamente excluídos, mas você precisará dizer manualmente ao Google para deixar seu nome fora dos anúncios caso tenha mais de 18 anos. Felizmente, é fácil fazer isso.

Como dizer ao Google para não usar seus dados em anúncios

Para que o Google pare de usar detalhes do seu perfil no Google+ em suas campanhas de publicidade, você vai precisar acessar a página dos Shared Endorsements no Google+.

A página traz detalhes do programa. Se você descer a barra abaixo do texto e das imagens, verá uma única opção de configuração na página: “Com base em minhas atividades, o Google pode mostrar meu nome e foto de perfil em endossos compartilhados que aparecem em anúncios.” (o texto pode aparecer em inglês). Simplesmente desmarque essa caixa e clique em Salvar (Save). Pronto, agora você não terá mais que se preocupar com seus dados sendo usados em anúncios da gigante de buscas.