Comprado pelo Facebook, WhatsApp diz que nada vai mudar

facebook_whatsapp

O WhatsApp agora é parte do Facebook. O anúncio feito no início na noite desta quarta-feira, 19, traz dúvidas sobre o funcionamento do popular serviço de bate-papo, mas os fundadores Jan Koum e Brian Acton afirmam categoricamente: nada muda.

O blog do WhatsApp foi utilizado para acalmar os 450 milhões de usuários da ferramenta, explicando os motivos da fusão e o que muda. Segundo os fundadores, a fusão não afeta autonomia e independência do app.

“O WhatsApp continuará autônomo e independente. Você continuará a aproveitar o serviço por uma pequena taxa (já existente). Você poderá continuar a usar o WhatsApp não importa onde você esteja e qual celular você usa”, conta o comunicado.

Sobre a questão da publicidade, os fundadores também são firmes. “Vocês podem continuar confiando que nenhuma publicidade irá interromper sua comunicação. Nenhuma parceria entre as empresas seria firmada se tivéssemos que comprometer os princípios que definem nossa empresa, nossa visão e nosso produto”.

O motivo da fusão, segundo o post, é que a aquisição daria flexibilidade ao WhatsApp para crescer e expandir e ao mesmo tempo dar à equipe mais tempo para focar-se no desenvolvimento do serviço.

Fonte: WhatsApp Blog